Emprego on-demand

dt151123

Enquanto lia uma discussão sobre quais as mudanças tecnológicas que irão criar mais oportunidades para startups nos próximos 2-3 anos, deparei-me com um post extraordinário que quero deixar como reflexão.

Na realidade, toda a thread é relevante para ti pois as maiores oportunidades de negócio são também as maiores oportunidades de carreira e deves estar atento a tendências para saberes em que áreas apostar e onde investir o teu tempo. Mas, este excerto que partilho é particularmente importante porque muito em breve a sociedade ver-se-á obrigada a repensar  todo o paradigma do emprego tal como o conhecemos hoje.

A nossa geração será particularmente afectada porque, se por um lado entrámos há pouco no mercado de trabalho, por outro fomos formados no paradigma antigo e aí temos firmadas as nossas expectativas. Não estamos tão bem preparados como as gerações vindouras que provavelmente já entrarão na Universidade com plena consciência que não é garantia de emprego. 

Este é um excerto da resposta de um gestor de produto ex-Google e actual-Quora. Deixo a citação no original em inglês e uma tradução em baixo.

Fixed employment will diminish in importance – The most important possession that will fade away is a company’s employees. Why own people when you can rent the most appropriate people for that given moment? Why work for one employer when you could pick and choose things to do that most excite you and make the best use of your skills. This has already happened with Uber and AirBnB, but I’d expect this trend to expand into a lot more areas. Society will have to work out the way to adapt things like health-care and pensions to catch up.

O trabalho fixo vai ter uma importância diminuída – A posse mais importante que veremos desaparecer são os colaboradores de uma empresa. Para quê ter pessoas empregadas quando se pode “alugar” as mais apropriadas para um momento específico? Porquê trabalhar para um único empregador quando podes escolher as coisas que mais te entusiasmam e fazer o melhor uso das tuas competências? Isto já acontece com a Uber e o Airbnb, mas prevejo que esta tendência se alastre a muitas mais áreas. A sociedade terá de descobrir a maneira de adaptar coisas como a saúde e pensões para acompanhar esta realidade.”

Se isto é uma novidade para ti, pára e googla “sharing economy”. A tendência é para que o conceito tradicional de carreira se continue a erodir e tens de te preparar o mais cedo possível, idealmente antes de entrares no ensino superior. (Já tinha escrito um pouco sobre este tema num post que intitulei A Carreira do Século XXI). Não esperes que seja o sistema de ensino a preparar-te para esta realidade.

Aconselho a leres o post na íntegra no Quora e deixo-te um último excerto:

As technology gets better, low end jobs are going to disappear to computers, and it is going to become increasingly important for people to be smart enough to do the things that computers can’t do.

“À medida que a tecnologia for evoluindo, os trabalhos menos qualificados vão desaparecer e vai ser cada vez mais importante que as pessoas sejam inteligentes o suficiente para fazer aquilo que os computadores não conseguem fazer.”

Deixa um comentário

Subscrever

Recebe posts novos directamente no teu email.