A Vida é mais do que um Ofício

Escrevo frequentemente sobre fazer coisas diferentes, fora da nossa zona de conforto. Sobre não seguirmos um caminho tradicional e sermos persistentes naquilo em que acreditamos.

Para mim é fácil escrever sobre estes temas porque não segui uma carreira tradicional mas sobretudo porque vivo rodeada de exemplos de pessoas que desafiam o status quo.

Uma dessas pessoas é o Miguel.

Conheci-o como Espanhol (nome artístico) há quase 10 anos atrás num festival de Hip Hop que organizei e desde aí que acompanho o seu percurso. O Miguel é um artista independente que nunca se conformou com as limitações impostas pela dimensão do mercado português.

Sem conseguir viver da música (ainda), tirou uma licenciatura em marketing e não teve receio de partir rumo ao Dubai para trabalhar na Emirates. Uma vez aqui, podia ter ficado acomodado no sector da aviação, com todos os perks que isso traz (viajar pelo mundo, anyone?), mas a humildade com que se entrega a qualquer desafio (mesmo que trivial) não passou despercebida. Em pouco tempo chamou a atenção do CEO de uma grande empresa no Médio Oriente, que o viria a recrutar.

Com uma oportunidade destas, seria muito fácil abandonar o sonho em prol de um plano B mais estável em todos os sentidos. Mas o espírito empreendedor que levou um artista relativamente desconhecido a actuar no South by Southwest falou mais alto, e o Miguel continua a fazer música.

Partilho convosco o video deste tema com o Lyan que encaixa tão bem no Licenciado. E Agora?

1 comment

Deixa um comentário

Subscrever

Recebe posts novos directamente no teu email.